Demitido, gerente do Verdão avisa: ‘Tem muita coisa errada no Palmeiras'

O gerente administrativo Sergio do Prado era um dos profissionais que sofria maior pressão no Palmeiras. Demitido nesta semana pelo presidente Arnaldo Tirone, já tem futuro praticamente acertado com outro clube, mas antes vai acertar as pendências que deixou no cargo antes de sua saída. Acusado de “vazar” informações restritas dos vestiários do CT, ele não gozava da simpatia do técnico Luiz Felipe Scolari e ainda sofria ataques de opositores do vice-presidente Roberto Frizzo.
Sergio do Prado diz que desde setembro vem tentando marcar uma reunião com Tirone para expor diversos problemas existentes no CT, onde o gerente permanecia de dez a 12 horas por dia. No entanto, por motivos alheios ao dirigente, a data do encontro era sempre adiada. Agora, fora do clube, já agendou conversa com o presidente para emitir suas opiniões.
- Tem muita coisa errada no Palmeiras, fui alvo de muitos interesses ali. Mas a verdade virá com o tempo, disso tenho certeza. Sei que trabalhei muito, tinha a confiança do Frizzo, do César Sampaio. Infelizmente, não é só o trabalho que conta – lamentou o ex-gerente.
- Vou conversar em breve, a portas fechadas, e lá dentro vou contar todos os problemas. Aqui fora não falo. Ficam falando que eu vazo coisas para a imprensa. Nunca passei informação nenhuma, vocês jornalistas sabem bem disso – completou.
O ex-gerente administrativo vai esvaziar sua sala no CT até o fim desta semana, mas terá pouco tempo de folga. Em 1º de dezembro, Sergio do Prado já inicia compromisso em outro clube, ainda não revelado. A função deve ser de diretor de futebol, mesma que já exerceu no Santo André por quase duas décadas.
Já o Palmeiras ainda não definiu um nome para a gerência administrativa. César Sampaio, contratado como gerente de futebol, pediu alguns conselhos a Sergio do Prado para tentar realizar parte da função enquanto um novo profissional não for contratado.
- O César Sampaio é uma pessoa espetacular, e vou ajudá-lo no que for preciso. Espero que ele consiga corrigir pelo menos parte de tudo que ocorre naquele CT. Fico muito triste pelo modo como as coisas ocorreram – disse o ex-dirigente.
Os outros alvos de Tirone não devem ficar tão distantes do Palmeiras. O advogado André Sica continuará prestando serviços ao clube em ocasiões isoladas, como defesas de jogadores no STJD – no entanto, não terá mais sala no CT. Já a assessoria de imprensa seguirá trabalhando até o fim do Campeonato Brasileiro. Depois, terá nova reunião com Tirone – há a possibilidade de parte da assessoria permanecer no clube.
Share on Google Plus

About victor

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :